sábado, 11 de setembro de 2010

As cores das velas e seus orixás



O fogo é de muito usado em magia. O elemento representa a iluminação, a purificação, a renovação do ser e das coisas ao redor que desejamos mudar. Quando acendemos uma vela e colocamos nesse ato uma intenção, conectamos com a centelha divina e egrégoras de luz que nos auxiliarão no entendimento da palavra, na iluminação, realização e abertura de caminhos. Por isso, recomenda-se nunca acender uma vela sem intenção. Pois como sabemos, o que tem luz, atrae as trevas na tentativa de desequilibrar. E o intuito é permanecer na luz, e trazer pessoas para ela. SEMPRE!

O uso das velas na umbanda é constante. Sempre acendemos velas para um orixá nos auxiliar, nos proteger, nos guardar, ou abrir nossos caminhos. Acendemos para que nossos mentores emanem luz ao nosso caminho, etc.

Para cada dia da semana há uma comemoração para cada orixá. E com as velas não é diferente. Para cada orixá, há sua cor. E ao mentalizarmos a energia da divindade, trabalhamos com a energia dessa cor a nosso favor. A isso podemos chamar de cromoterapia, ligada a magia natural.

  • Segunda-feira: Dia das almas. Dia dos pretos velhos. Exus, Pombas-gira, Obaluê, Omolu e almas aflitas
Cor de vela: Branca ou preta e branca.
  • Terça-feira: Ogum. Orixá da batalha. O vencedor de demanda, e boiadeiros e baianos.
Cor de vela: Vermelha ou azul royal
  • Quarta-feira: Xangô - Orixá da justiça & Iansã - Orixa das tempestadas.
Cor de vela: Marrom para xangô e amarela para iansã.
  • Quinta-feira: Oxóssi - Orixá das matas e suas linhas: caboclos e caboclas.
Cor de vela: Verde
  • Sexta-feira: Dia de Oxalá. Orixá maior.
Cor da vela: Branca
  • Sábado: Iemanjá, Oxum, Nanã Buruke, Ondinas, Sereias, Cabocla, Iaras e Marinheiros
Cor da vela: Azul bebê (iemanjá, ondianas, sereias, iaras e marinheiros). Amarelo para Oxum. E lilás para Nanã.

  • Domingo: Linha das crianças. Cosme e Damião, E ibejadas.

Saudações:
Ao realizar um "trabalho" e nesse se inclue acender a vela, necessitamos do contato com a divindade, ou orixá. Então, nada mais comum que saudá-lo, sendo essa a maneira de homenageá-lo, e dar continuidade ao ritual. Assim sendo, temos as saudações de cada um dos orixás.

Saravá Oxalá * Oxalá Meu Pai

Saravá Ogum * Ogum Iê Meu Pai
Saravá Xangô * Caô Cabecilê
Saravá Obaluaie * Atotô Obaluaiê
Saravá Oxossi * Okê Caboclo
Saravá Iemanjá * Odoceyá
Saravá Oxum * Aêê Mamãe Oxum
Saravá Iansã * Uepa hey Iansã
Saravá Nanã Buruke Saluba Nanã
Saravá Cabloco * Okê Cabloco
Saravá aos P.Velhos * Adorei as Almas
Saravá as Crianças * Beijada
Saravá Exu * Aruê Exú
Saravá Pomba Gira Aruê Exu Pomba Gira  
Muita luz à todos!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário